15 teorias sobre ‘The OA’ que vão te deixar perplexo

15 teorias sobre ‘The OA’ que vão te deixar perplexo

Vamos conhecer as 15 teorias mais interessantes sobre a série. Eu vou me referir a OA como Prairie ou Nina, dependendo da teoria que estiver em discussão. Vou também me referir ao Steve, French, Buck, Jesse e BBA como "discípulos da OA".

15. Nina esteve em coma o tempo todo

Uma teoria sobre a série é que Nina entrou em coma depois que quase se afogou no acidente de ônibus. Todos os eventos após o acidente não aconteceram na realidade, mas são sonhos que Nina tem enquanto está em coma.
Para apoiar esta teoria, muitos espectadores citam a última cena da primeira temporada, em que OA aparece em um quarto branco e diz "Homer?", depois que a tela fica preta. O que está realmente acontecendo nesta cena é pouco claro, mas os defensores da teoria do coma acham que Nina finalmente está acordando. Não vemos muito do quarto, mas é possível que seja mesmo um quarto de hospital. 

 

14. Prairie inventou a história toda

Existe também a possibilidade de Prairie ter inventado uma parte (ou toda) sua história. A evidência mais forte para esta teoria é a caixa de livros que French encontra embaixo da cama de Prairie quando invade sua casa. Há também a questão de que a história de Prairie inclui eventos nos quais ela não poderia estar presente, como HAP matar seu mentor ou seu primeiro encontro com o xerife local.

Contudo, há muitas evidências que contradizem essa teoria. Os livros sob a cama de Prairie estão em inglês em vez de braile, e ela nunca aprendeu a ler antes de perder a visão. Ela também chegou na sua casa apenas alguns dias antes de começar a contar sua história para seus novos discípulos. Não é tempo suficiente para ordenar esses livros e lê-los. Os pais de Prairie também confirmaram que ela era cega quando desapareceu. Se sua história nunca aconteceu, como ela conseguiu recuperar a visão?

 

13. O FBI fazia parte da experiência

Outro fato suspeito sobre os livros sob a cama de Prairie é que French dá de cara com o  conselheiro do FBI, Elias Rahim, quando ele os encontra. O que Elias está fazendo na casa de Johnson? Muitos especularam que ele estava plantando a caixa de livros para desacreditar a história da OA, porque o FBI estava participando da experiência da HAP e precisava mantê-la em silêncio. A única maneira de fazer isso seria fazer OA parecer uma mentirosa.

Um ponto da trama que contradiz esta teoria, entretanto, é a maneira com que HAP reage quando é pego em flagrante pelo xerife. Se o FBI estivesse realmente protegendo os experimentos de HAP, ele não poderia ter pego o telefone e pedido ao FBI para lidar com a polícia local para ele?

 

12. Rachel é uma agente do FBI

Uma extensão da teoria do FBI é que Rachel é realmente uma agente secreta do FBI que foi colocada na experiência para monitorar os assuntos reais. Rachel nunca recebeu um movimento. Nós também nunca a vimos amarrada na máquina de afogamento. A parte mais estranha deste quebra-cabeças está no episódio sete. É a cena que eles estão no prédio do FBI, e você pode ver o nome "Rachel" escrito na parede em Braille.

Por outro lado, é difícil acreditar que um agente do FBI se sujeite a viver em uma gaiola subterrânea por tanto tempo, e não está claro qual o propósito que o mesmo serviria. Rachel parece ter uma voz extraordinária cantando, e o talento musical excepcional parece ser um efeito colateral de experiências de quase-morte. Ela também participa do esforço para minar o sistema de gaseificação de HAP.

 

11. Prairie foi mantida em cativeiro sozinha

 

 

Alguns acreditam que Prairie era realmente a única prisioneira de HAP, e que ela criou os outros em sua mente para lidar com o trauma e a solidão. Ao contar sua história, OA diz que durante todos os anos que eles foram mantidos em cativeiro, nunca se tocaram. Foi por causa das gaiolas em que foram mantidos? Ou significa que Homer (e Rachel, Scott e Renata) nunca foram reais?

Talvez Prairie criou os outros prisioneiros e a história de ser parte de uma experiência científica, a fim de dar propósito e significado à sua terrível provação. Na realidade, ela poderia ter sido torturada por HAP sozinha, sem propósito real, e criou uma história que lhe daria esperança de sobrevivência. Isso deixa em aberto a pergunta de como Prairie realmente escapou, e como ela conseguiu sua visão de volta.

 

10. HAP é um estuprador

Seguindo a teoria de que Prairie foi mantida em cativeiro sozinha, alguns acham que HAP é realmente um sádico sexual – e não um cientista. Quando Prairie janta com seus pais em um restaurante, uma adolescente tira uma foto com Prairie e faz referência a Prairie "sendo espancada e estuprada". A adolescente está repetindo um boato falso, ou foi isso que realmente aconteceu com Prairie?

As cicatrizes nas costas da Prairie não se auto-infligiram, como ela afirma. Talvez fossem parte da tortura do HAP? Afinal, seria muito difícil esculpir símbolos em suas próprias costas; em suas coxas seria muito mais fácil.

Alguns acham que a cena em que HAP quase morre de uma reação alérgica ao molho de tomate é realmente uma cena de estupro. Mas Prairie lembra dos eventos de forma diferente para poupar a si mesma do trauma. Scott faz um comentário grosseiro sobre estupro depois que uma Prairie histérica vai ao porão.

 

9. August é filha de Rachel

Há muito mistério em torno da identidade de August. Quando Prairie descobre o corpo de August no banheiro, HAP diz: "Seu nome era August. Pelo menos foi assim que a chamaram, porque ela veio em agosto. "Por que os prisioneiros precisariam dar um nome a uma mulher adulta? Em uma cena anterior, Rachel bate na parede de vidro, gritando para August, dizendo: "Ela precisa de mim!"

Essas pistas levaram alguns espectadores a acreditar que August era, na verdade, a filha de Rachel, que engravidou depois que a HAP a estuprou. Mas vemos o corpo de August, e ela parece ser uma adulta, não é? Os defensores da teoria da filha acham que August só parece ser um adulto porque vemos a história através da perspectiva errada da Prairie. Prairie é cega e evita tocar o corpo de August, então ela poderia ter projetado August como uma adulta, quando ela é realmente uma criança. 

 

8. OA já viajou para uma nova dimensão

OA diz que os cinco movimentos tornam possível uma viagem interdimensional. Ela diz que nunca viajou entre dimensões antes, mas também diz que viagens interdimensionais podem causar perda de memória. E se OA, Homer e Evelyn (a esposa do xerife) realmente criaram um portal no universo que a levou a uma nova dimensão? Na nova dimensão, HAP libera OA, mas na dimensão original, OA ainda está prisioneira.

Quando OA se encontra com Khatun durante sua EQM no episódio quatro, Khatun diz: "Como são as coisas, você nunca escapará." E se a OA só conseguisse escapar porque executar os movimentos com Homer e Evelyn abriu uma nova dimensão?

O principal problema com essa teoria é que Homer e OA apenas realizaram os dois primeiros movimentos antes de Evelyn realizar o quinto. Mas a teoria de que a OA já viajou para outra dimensão se alinha com muitas outras teorias sobre a série, como a teoria número sete …

 

7. Os discípulos da OA são versões "novas" dos prisioneiros

Uma das perguntas mais comuns sobre o final da temporada é: por que French viu Homer quando se olhou no espelho na casa de OA? Para alguns, a resposta é que os cinco discípulos de OA são versões alternativas dos cinco prisioneiros. São versões que existem em uma dimensão paralela.

O problema com esta teoria é que, além de Homer e French, as duplas são difíceis de identificar. Rachel pode ser Buck, dada a cena em que Buck passa no local de um acidente de carro que parece semelhante ao acidente de carro que Rachel descreve. Scott pode ser Jesse, porque ambos têm uma história de uso intenso de drogas. Mas então quem são Steve e BBA? OA prisioneira á a mesma pessoa que OA contadora de histórias? Ou a OA o contadora de histórias corresponde a alguém, como o HAP?

 

6. O atirador na escola representa (ou é) HAP

Se OA e o seus discípulos estiverem em uma dimensão paralela à dimensão em que o HAP está mantendo OA em cativeiro, o atirador da escola poderia representar HAP? Quando Khatun dá a OA o pássaro, ela diz: "Todos os cinco devem trabalhar juntos para evitar um grande mal." É possível que em uma dimensão o mal seja HAP, e em outra dimensão, o mal seja o atirador da escola.

Esta é uma teoria popular por causa das semelhanças entre as duas únicas cenas em que o quinto movimento é realizado. A primeira vez, HAP atira no xerife e sua esposa. E a segunda vez, o atirador da escola atira OA. Ambos os tiroteios também são seguidos por alguém perseguindo um carro; primeiro OA e depois Steve. Poderiam estes dois eventos ser realmente os mesmos, mas em dimensões diferentes?

 

5. Os discípulos de OA morreram no tiroteio na escola

Se você acredita na história de OA, o final da primeira temporada implica que ela viajou para outra dimensão depois de realizar os cinco movimentos. Mas e se a OA não fosse a única a viajar? E se os seus discípulos, ou todos os alunos do refeitório, viajassem juntos para uma nova dimensão – uma dimensão em que não houve mortes do tiroteio.

Alguns levantaram a possibilidade que os cinco discípulos realmente morreram no tiroteio, pelo menos em uma dimensão. Como evidência, eles apontam para o fato de que os cinco discípulos são capazes de seguir OA quase até a ambulância, enquanto a polícia detém todos os outros alunos. É possível que os discípulos sejam fantasmas neste momento, e ninguém além de OA possa vê-los?

 

4. OA está mentindo em uma dimensão e dizendo a verdade em outra

Vamos voltar à questão de saber se a história da OA é verdade ou mentira. Há uma teoria de que a resposta a esta pergunta poderia ser "ambos". O programa explora a possibilidade de diferentes dimensões existentes sobre outras. E se existe uma dimensão em que OA está dizendo a verdade, e uma dimensão paralela em que OA (ou Prairie) está mentindo?

Esta teoria poderia explicar por que os fãs de ambos os lados do argumento acreditam se a história da OA é verdadeira ou não e podem encontrar boas evidências para apoiar seus pontos. Talvez a série esteja alternando para frente e para trás entre duas (ou mais) dimensões; Em uma, vemos evidências de que OA fabricou sua história, e na outra, vemos evidências de que realmente aconteceu.

 

3. Os movimentos são os cinco estágios da morte e do morrer

Os cinco estágios da aceitação da morte por pacientes terminais são negação, raiva, barganha, depressão e aceitação. Os cinco movimentos no show parecem ser uma dança interpretativa que atua nesses estágios.

O primeiro movimento envolve colocar a mão na boca, como se fosse para conter a emoção, como na negação. O segundo movimento envolve bater as mãos contra o peito, como se estivessem com raiva. O terceiro movimento envolve colocar braços alternados atrás das costas, possivelmente representando um processo de barganha. O quarto movimento envolve repetidamente socos no estômago, como se para simular a dor da depressão. E o quinto movimento envolve calmamente fechar os olhos, aceitação.

Esta explicação parece ser muito simples, uma vez que os movimentos em si não são tão simples. Mas a idéia é interessante.

 

2. É Homer que acorda no final

Já discutimos a possibilidade de que a última cena da primeira temporada mostre Nina acordando de um coma. Mas alguns espectadores apoiam a ideia de que é Homer que está acordando nessa cena, e OA está de pé sobre sua cama, observando-o acordar. A luz retangular no fundo que parece ser de uma janela, pode realmente ser uma luz fluorescente no teto.

Esta teoria produz mais perguntas do que respostas. Se OA realmente está de pé sobre a cama de Homer, como ela conseguiu encontrá-lo? Como Homer escapou de HAP? E se Homer escapou, os outros prisioneiros conseguiram escapar também? Ou ainda, é possível que a história de Prairie seja falsa, e ela conheceu Homer de uma maneira completamente diferente da que ela descreveu? Acho que teremos que esperar até a segunda temporada para descobrir.

 

1. "The OA" está ligado a "Stranger Things"

Se você não assistiu Stranger Things, esta última teoria conterá alguns spoilers. Existem muitas semelhanças entre Stranger Things e The OA. Ambas as séries têm protagonistas femininas com nomes estranhos (OA e Eleven) que foram vítimas de experiências cruéis que envolveram serem submersas em água. Ambas têm habilidades psíquicas, e ambas sangram pelos narizes ao usar essas habilidades. E não vamos esquecer como elas abriram portais para outras dimensões (se acreditarmos na história da OA).

OA também contém um easter egg para Stranger Things. Durante a cena que Jesse chega em casa para encontrar sua irmã que está no sofá fumando maconha, Stranger Things está realmente passando na TV no quarto! Será que os escritores puseram essa cena apenas porque Stranger Things é uma série legal, ou há mais coisas por trás disso?

 

Share this post

Post Comment